sexta-feira, 31 de julho de 2009


SIMPLES

Só quero viver algo simples
onde eu me sinta confortável.
E encontre o sentido
em tudo que participo
que seja por prazer,
e não por obrigação,e
que encontre o caminho.
do meu mundo.
Sem planejar a viagem.
sem pressa para passar
caminhar descalço.
Só quero viver algo simples
pode ser ate um amar.
ANDRÉ RUIZ

ALMA LIVRE SEMPRE


ALMA LIVRE SEMPRE.
Acredite, olhe nos olhos, faça de conta,
siga a direção que o cego aponta instintos,
diga as palavras que é raro a quem as diz.
Sonho seus sonho de olhos abertos,
ame... traga sempre seu melhor sorriso.
Pinte com cores vivas o seu coração,
deixe sua alma livre.
acomode-se.em si
ANDRÉ RUIZ


ALGODÃO DOCE


ALGODÃO DOCE
A esse sufoco do dia a dia
rotina que nos golpeia,
essa nescidade de respirar
tomamos goles de ar.
Ofegantante essa igualdade constante
garganta seca.
Gritos no nosso intimo silencio
nem tudo e tão cinza .
Ainda temos nosso colorido infantil interno secreto,
ainda somos crianças em um ceu de algodão rosa doce,
sonhos escondidos ,reprimidos liberte-se.

ANDRÉ RUIZ


MISTERIOSA DAMA



misteriosa dama

aquela mulher
envolta em vulto de mistérios.
Como uma deusa seduz ao passar
escondida em seu véu.
Seu caminhar tao firme e elegante,
saindo das sombras.
Como quem pisa o firmamento
evolui em uma passarela de sedução,
Mistérios....
envolta em vulto véu
ofegante como uma corsa
rubra pele de maçã,
aquela mulher.
Silencia o dia.

ANDRE RUIZ




sonridade



SONORIDADE
Doce essa rotina de acordar pela manha
ao som poético que teus lábios proferem,
para iluminar meu dia,doce rotina.
Nao compactuo mais com coisas amargas,
esse diário convívio com aquilo que se desfaz.
Apenas vivo pela sonoridade de teus lábios poéticos
ANDRE RUIZ

quinta-feira, 30 de julho de 2009

1958 2009 ODISSEIA


ODISSEIA 58 2009


A esse obscuro sem-fim de mim
onde encontro as minhas perolas
essa minha vastidão.
Afirmar minhas virtudes
e prever o resto do meu destino
silêncios,sou um poço de recordações
nesse obscuro sem-fim de mim.

ANDRE RUIZ


TEU CANTAR


TEU CANTAR

Gosto do som dos pássaros,
parece que falam alguma coisa.
Me trazem voce, sinto teu cantar em mim,
relembro nossso momentos,
no chao onde nos amamos.
Forrado apenas por nossos sentimentos.
andre ruiz



 
 
 

SUBLIME ATO PENSAR


SUBLIME ATO PENSAR

Tão sublime quanto amar, e o ato de pensar.
Intenso, particular, infinito íntimo de cada um.
Aquela lagrima pensei que era amor,
falho, lapso , errôneo pensamento,
que pretendo esquecer ,
apagar da memória.
Em um ato de amar
ANDRE RUIZ


quarta-feira, 29 de julho de 2009

MULHER


MULHER


De tudo o que eu pude ter na vida
Não existiu nada mais doce e mais terno,
do que as horas em que junto passamos.
Ter voce ao lado meu, aqui, junto,sempre.
Escute minhas orações
Não pense, apenas peça,
esteja onde estiver,
eu te encontrarei.

ANDRE RUIZ



FRAGMENTOS

Nasceu grávida da morte,
e o que a espera amanhã ?
é um filho com nome de fim.
Seca, mas sobre uma poça d'água...
dentro do que sobrou de mim
fragmentos mambembes

ANDRÉ RUIZ



 

lado a lado b


LADO A LADO B

Ser compreensível consigo mesmo é cansativo,
cai na solidão da escrita, letras mudas ali paradas ,
mais ao mesmo tempo tao cheias de vida, tanto pra dizer.
Janela estreita esperança de vida,de viver.
Certo ou errado virtude ou vicio,
tudo e uma questão de ponto de vista.
Ser compreensível consigo mesmo é cansativo
essa nossa festa intíma interior.
ANDRÉ RUIZ

terça-feira, 28 de julho de 2009


A esse sentido coração
faz brotar lagrimas em meus olhos
elas lavam esse sentimento de solidão
que tua ausência faz sentir
te carrego no olhar.
Brotas em mim em cada lagrima
essas todas por te amar,
alma exposta, joia do nilo,
preciosa mulher... perfeição

ANDRE RUIZ



ABSTRATO


ABSTRATO

Esse abstrato sabor de vida, de amor
não fale.Seja,sinta, tenha, possua.
Ouse essa realidade incompleta
que só se completa quando somos nós,
eu e você, quando somos um
ANDRE RUIZ


target="_blank">

segunda-feira, 27 de julho de 2009

MOSAICO VIVO


MOSAICO VIVO

Apenas olhava, despia-me a alma
meu tempo é de observação interna.
Você permanece oculto em mim,
vive eternamente,
mosaico vivo de sangue.

ANDRÉ RUIZ

Bailarina



Veja com as palavras
e fale com o olhar
esse teu bailar em mim
seus giros infindos
refletindo nos dois,
essa tua sombra bailarina
vejo com as palavras,
e falo com o olhar.
ANDRE RUIZ

INTIMOS MOMENTOS


INTIMOS MOMENTOS

Já nem sei mais sentir tua falta,
mesmo com toda essa distancia
te sinto a todo instante,
estas sempre aqui.
Constante e esse sentir ,
nostalgia discreta de nossos beijos,
íntimos momentos de saudades,
estas sempre aqui.

ANDRÉ RUIZ





domingo, 26 de julho de 2009

negativo


Saudade é uma porta,
que alguém deixo aberta ao sair,
um facho de luz
entre a porta e nos
ilumina, aquece,
e queima. Negativo que revela
os mistérios de nos dois.
retrato em branco e preto amor.

andre ruiz

Purifico o ar no vento,
Minha missão não tem notação,
sou feito de amor e desejos
apenas vagueio no ar.
O tempo promove a cura disfarçada
Pois nada... Nada se apaga.

andré ruiz

sábado, 25 de julho de 2009

OUTRO MUNDO


OUTRO MUNDO

No vasto mundo da percepção e ação
existe também a reação ,
verbos não tão diferentes
olhar sentir ver enxergar
tão intensos de amar.


ANDRE RUIZ

amor de almas


amor de almas


a amor , amor, amor,
tao procurado, confundido com sexo , com beijos e abraços,
o amor amor na verdade e algo alem da carne,
e um pedaço de infinito,sao almas,
e almas não se abraçam, não se beijam,
não se olham, não sorriem.
Apenas se completam,e vamos assim pelo caminho...
nos completando e nos amando.

andré ruiz

REAÇÕES ADVERSAS


REAÇÕES ADVERSAS


Assim como uma droga
um remédio qualquer,
a letra o verbo a poesia
criam reações adversas.
Palpitações ,entusiasmo em excesso ,
lagrimas e riso, saudosismo ,sudorese
amor, ódio e paixão. Atenção,
dependendo da ótica de cada pessoa,
essas reações são constantes
cada qual cabe descobrir
no seu sentir nos eu pensar .
mais são bálsamos para alma e coração
ATENÇÃO
EM CASO DE AMOR RECOMENDA -SE AMAR

ANDRE RUIZ

THE TIME


THE TIME

Nem um tempo existe,
não há um momento se quer.
Para quem corre contra o tempo
sem tempo de vida a perder.
A esperança é o querer sem medo,
é quando o desejo não teme o não,
pois para a esperança ele não existe.

ANDRE RUIZ

sexta-feira, 24 de julho de 2009

PORTO SOLIDÃO


Porto solidão


Quando me encontro
é manso o rio,
mas o silêncio,
me transforma em correnteza
sou mar bravio,
remanso certo, coração a deriva
para no teu porto, atracar


andre ruiz

quinta-feira, 23 de julho de 2009

CACOS DE VIDA


CACOS DE VIDA


A esse tempo que esperamos
ser surprendido pela vida
e igual ao que gastamos devolvendo para ela
aquilo que nunca nos pertenceu,
Quebrou? recolha os cacos, e jogue fora

ANDRE RUIZ